quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

SECRETARIA DE OBRAS FAZ OPERAÇÃO DE URGÊNCIA.




Começou nesta semana uma operação de urgência para recuperar parte da estrada Vicinal Sulina, mesmo com muita chuva nestes últimos dias o secretário Juarez Detoni determinou que uma equipe composta por uma carregadeira, uma retro escavadeira e uma caçamba entrasse na vicinal para recuperar trechos críticos que estão impossibilitando a escoação da produção de gado, leite e cereais daquele setor produtivo.
Esta vicinal é um setor de produção de leite e também um importante corredor para escoar a produção de gado de corte, cereais e derivados de leite até o km 120 da estrada Apuí/ Novo Aripuanã onde se encontra o Porto de embarque e desembarque de parte da produção local. Alguns trechos desta estrada vicinal estão intransitáveis e já começaram a causar prejuízos aos produtores e comerciantes de Apuí.
Numa reunião com os Secretários de Obras Juarez Detoni e Sérgio Boza da Produção e Abastecimento, o Prefeito Marquinhos da Macil ficou sabendo que aproximadamente 1200 litros de leite produzidos diariamente poderiam ficar nos currais. Os caminhões que fazem o transporte da produção da Estrada Nova que vai até o km 52 da estrada Apuí/ Novo Aripuanã não tinham como passar em três (03) trechos críticos.
“O Prefeito Marquinhos da Macil pediu que começasse imediatamente na segunda-feira, mas choveu muito nestes quatro dias então começamos hoje” afirmou Juarez Detoni que completou “a preocupação do Prefeito também se estende ao início das aulas em fevereiro”. As chuvas continuam, mas segundo o próprio prefeito “as crianças precisam chegar às salas de aula e as estradas do INCRA devem ser recuperadas com ou sem dinheiro da UNIÃO” fala Marquinhos da Macil.
Para uma malha viária de 1200 km, no ano de 2010 a prefeitura de apuí conseguiu reabrir e recuperar mais de 300 km de estradas vicinais com recurso próprios, mas para este ano o prefeito acredita que vai ser possível aumentar a quantidade de estrada recuperada “entendo que com o nosso orçamento e a recuperação da economia teremos mais recursos para a secretaria de obras trabalhar” diz Marquinhos da Macil confiante.

• Fonte: Da Assessoria, Vanderlei Alves da Silva.
• agecomdeapui@hotmail.com
• www.prefeituradeapui.blogspot.com

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

PREFEITURA REALIZA GINCANA MUNICIPAL DA SOLIDARIEDADE.








Preocupado com o lazer dos jovens e adolescentes de Apuí, o prefeito Marquinhos da Macil determinou ao professor Fredson e a Daniela Souza da Sepror que realizassem uma atividade que os envolvesse nas comemorações de fim de ano em especial à arrecadação de alimentos que foram distribuídos a famílias carentes da cidade.
Usando de muita criatividade e do respeito que ambos detêm junto à juventude de Apuí e Distrito de Sucunduri a dupla conseguiu realizar uma gincana que agradou aos participantes da “l GINCANA MUNICIPAL DA SOLIDARIEDADE”, foram cinco equipes participante sendo uma do Distrito de Sucunduri.
A equipe se que sagrou campeã foi do Distrito de Sucunduri que até então estava sendo desdenhada pelas demais por ter que andar mais de 110 km de estrada para participar da l GINCANA MUNICIPAL DA SOLIDARIEDADE em 2º lugar ficou a equipe JumpBoy e o terceiro lugar ficou para a equipe Papa-léguas . Veja a premiação: 3º lugar 01 Carneiro e R$ 200,00, para o 2º lugar 01 Vaca e R$ 300,00 e para a campeã 1º lugar 01 Vaca e R$ 500,00.
“O sistema inovador de pontuação da gincana não deixava dúvidas quando uma equipe conseguia os pontos da prova executada” diz prof. Fredson. Não havia ninguém para aprovar ou reprovar a execução de determinada prova, portanto não tinha como manipular o resultado das provas.
Cada equipe era formada por 30 membros que executaram as mais variadas provas entre elas corrida de 100, 200, 400 e 2.000 metros onde houve o apoio da Polícia Militar, prova do equilíbrio, bola na cesta, cobrança de pênalti, motojada no campo de futebol (era para ter acontecido na pista de vaquejada), versos, poesias, paródia, prova do cubo, teatro e prova do conhecimento.
“O prazer de ver esta galera feliz e longe do caminho errado acaba com qualquer cansaço físico” afirma Daniela Souza que além de elaborar algumas provas participou ativamente de todo o processo de execução da gincana. O sucesso da l GINCANA MUNICIPAL DA SOLIDARIEDADE fez o prefeito Marquinhos da Macil autorizar a elaboração da próxima gincana com uma premiação maior.
Para colaborar com a arrecadação de alimentos cada equipe doou 90 kilos de alimentos não perecível que foi doado a famílias carentes de Apuí “esta galera se divertiu e agiu com solidariedade mostrando para muita gente que é possível ajudar uma família com um pouco de amor, carinho e compaixão pelo próximo. Uma lição de vida” disse o prefeito.

Fonte: Da Assessoria.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

PREFEITOS ASSINAM CONVÊNIO DO ´MINHA CASA´ PARA 2042 FAMÍLIAS.





A Associação Amazonense de Municípios (AAM), através do presidente Jair Souto, acompanhado de 25 prefeitos do Amazonas assinaram terça-feira (12), em Brasília, convênio com o ministério das Cidades para a seleção de propostas para a construção de 2042 residências dentro do programa Minha Casa Minha Vida.
Segundo o ministério foram selecionados 2042 propostas para o ´Minha Casa´ e mais 54 para o ´Pró-Moradia`, que integram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Habitação totalizando R$ 3 bilhões em recursos. Os projetos de casas populares vão beneficiar famílias com renda de até R$ 1.395, que vão pagar até R$ 50 de parcela mensal.
Segundo presidente Jair Souto este foi mais um grande momento para o fortalecimento da relação dos entes federados (municípios, estados e união), com um projeto de grande repercussão para a vida dos brasileiros que é a realização do sonho da casa própria para famílias de baixa renda. “O presidente Lula atendeu aos anseios das famílias e de nós prefeitos do interior que convivemos também com o déficit habitacional entre as pessoas de baixa renda”, disse o presidente.

Em reunião com o governador Eduardo Braga na noite depois do lançamento do programa pelo presidente Lula, o governo do estado se prontificou em ajudar com apoio técnico a prefeituras que precisarem elaborar seus planos de trabalho e apresentar para a Caixa Econômica até o dia 31 de março deste ano. “Inclusive o governador encontrou uma solução importante para os municípios que se encontram em inadimplência com o governo federal e não podem realizar o convênio, para que sejam feitos através do governo do estado”, ressaltou Souto.
Fonte: AAM

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Aguardem!!!!

Ainda esta semana fotos e matéria da rapaziada que bóiam no Rio Juma, como eles mesmos definem: MUITO LOUCO.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

DELEGADO DE POLÍCIA AFIRMA QUE ESTAVA EM DILIGÊNCIA NO DIA FATÍDICO.



Sérgio L.S. Santos Titular da 67ª DEPOL disse que estava em diligência policial junto com uma criança de seis anos, uma mulher grávida de cinco meses, com sua esposa, a vítima e mais uma mulher no dia do acidente que tirou a vida do assessor do vice prefeito de Apuí.


Em entrevista à Tv Apuí canal 8 o delegado de polícia civil Dr. Sérgio L.S. Santos afirmou que no domingo passado estava em uma diligência policial tentando localizar um possível esconderijo de um foragido da justiça. O delegado disse também que o foragido da justiça vinha ameaçando Geraldo José Andrade, assessor do vice prefeito de Apuí.
Geraldo Andrade perdeu a vida em um acidente trágico com a viatura da polícia civil que aconteceu na altura do km 18 da Vicinal Paredão, estavam na viatura o delegado e a esposa dele, a vítima e esposa grávida de cinco meses, sua filha de 6 anos e também sua prima uma dos sobreviventes.
A sobrevivente disse que não sabe precisar a velocidade em que estavam andando, mas depois de descer a ladeira freada a camionete tombou de cima da ponte e que quando saiu de dentro da viatura viu o delegado e sua esposa e a prima de 6 anos em cima da ponte. A prima de Geraldo disse que saiu por uma janela e acredita que a esposa da vítima também tenha saído por ali.
“Assim que sai da viatura fui tirando as pessoas de lá e meu amigo foi o último que consegui resgatar, foi uma fatalidade e ele acabou morrendo” disse o delegado “o foragido vinha ameaçando Geraldo e nós fomos até o local para tentar localizar o esconderijo deste foragido e prende-lo se fosse possível e na volta aconteceu esta tragédia, tinha chovido e a estrada estava muito lisa, escorregadia” afirma o titular da 67ª DEPOL.
Sérgio afirma que tirou Geraldo das águas ainda com vida e que quando chegou ao hospital ele morreu. Já a prima da vítima disse que depois de ser resgatado e fazerem a massagem foram em média 25 minutos para chegar o carro que o levou ao hospital Eduardo Braga.
Segundo a sobrevivente, um garoto foi buscar socorro de bicicleta e que durante este período a vítima não se mexia. Depois da declaração do delegado na TV muitas pessoas estranharam o modus operantis da diligência, pois não se tem notícia deste tipo de ação onde se leva civis e não reforço policial para localizar um foragido da justiça.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Comoção e tristeza no velório de vítima de acidente.

Grave acidente em uma vicinal com viatura da polícia civil dirigida pelo delegado de Polícia titular da 67ª DEPOL de Apuí, causa morte do assessor do Vice prefeito de Apuí, Admilsom Nogueira.

Comoção no velório de Geraldo José Andrade, a única vítima fatal do acidente com a viatura da Polícia Civil na Vicinal Paredão a 18 km da cidade. Segundo uma das vítimas Geraldo Andrade foi o último a sair de dentro da viatura que estava debaixo da ponte.
Segundo relato da sobrevivente, depois do acidente ela e a esposa da vítima saíram por uma janela do banco de traz, veio um morador e ajudou a tirar Andrade de dentro da viatura. Houve tentativa de reanimá-lo na beira do rio, segundo esta testemunha quando ele saiu do rio estava todo roxo e só mexia com a cabeça quando era feito a massagem peitoral.

Disse ainda que levou aproximadamente 8 minutos para tirá-lo de dentro da viatura e que foram mais aproximadamente 25 minutos para chegar um carro para socorrê-lo. Quem dirigia a viatura de polícia civil era o delegado Sérgio Santos titular da 67ª DEPOL e até agora não foi possível contatá-lo. Ele não se encontra na delegacia e os policiais não sabem onde ele está.

Motoristas experientes e que fizeram curso de direção defensiva foram ouvidos pela reportagem afirmam que houve imperícia, pois o veiculo possivelmente estava em alta velocidade e entrou na ponte com os pneus travados.
A sobrevivente não soube afirmar se o Delegado e Geraldo haviam consumido álcool e afirmou que a viatura andou muitos metros freada, arrastando os pneus e que quando parou já estava em cima da ponte e que esta tombou rapidamente.
video

domingo, 3 de janeiro de 2010

ACIDENTE CAUSA MORTE EM VICINAL.







Grave acidente em uma vicinal com viatura da polícia civil causa morte do assessor do Vice prefeito de Apuí, Admilsom Nogueira.


Neste domingo aconteceu um acidente grave na estrada vicinal Paredão por pouco não causa uma tragédia maior, o acidente acabou matando Geraldo uma pessoa muito conhecida e querida no Município de Apuí e um dos principais assessores do vice-prefeito Admilson Nogueira.
O acidente aconteceu a aproximadamente 18 km do centro urbano de Apuí, segundo testemunhas do acidente havia chovido levemente. Testemunhas* relatam que o veículo Nissam Frontier, preta Placa JXJ 7416, viatura da Polícia Civil, conduzida pelo Del. De Polícia Civil Dr. Sérgio Santos titular da 67ª DEPOL, vinha em alta velocidade e entrou na ponte freando, perdeu o controle e tombou dentro rio.
Estava na viatura a vítima, o delegado e sua acompanhante, a filha e esposa da vítima que esta grávida de 5 meses. Após tombar a viatura foi arrastada para debaixo da ponte pela forte correnteza e os sobreviventes conseguiram sair pela porta que se abriu, mas Geraldo não conseguiu sair e ficou preso na viatura.
Após alguns minutos com a ajuda de um morador, o delegado conseguiu liberar a vítima que ainda rodou nas águas por uns 15 metros, segundo relatos de testemunhas*, o assessor estava vivo e saia muita água pela boca e nariz e que ainda respirou duas ou três vezes e desfaleceu, houve tentativas de reanimá-lo, mas não resistiu e morreu.
“Sou solidário a família e estou profundamente transtornado com tudo isto, meus assessores estão a disposição da família e decretarei ponto facultativo em memória a este rapaz que sempre admirei” disse o prefeito Marquinhos da Macil que está visitando familiares nos festejos de fim de ano.
Populares que iam sabendo do acidente acreditavam que Geraldo estava dirigindo a viatura, pois era habitual vê-lo junto com a família, aos finais de semana com viatura da polícia civil. Houve várias tentativas de falar com o Delegado Sérgio Santos, mas na delegacia o ninguém atendia as ligações. *não quiseram se identificar


Comoção no velório de Geraldo José Andrade a única vítima fatal do acidente com a viatura da Polícia Civil na Vicinal Paredão a 18 km da cidade. Segundo uma das vítimas Geraldo Andrade foi o último a sair de dentro da viatura que estava debaixo da ponte. Segundo relato da sobrevivente, depois do acidente ela e a esposa da vítima sairam por uma janela do banco de traz, veio um morador e ajudou a tirar Andrade de dentro da viatura. Houve tentiva de reanimá-lo na beira do rio, segundo esta testemunha quando ele saiu do rio estava todo roxo e só mexia com a cabeça quando era feito a massagem peitoral. Disse ainda que levou aproximadamente 8 minutos para tirá-lo de dentro da viatura e que foram mais aproximadamente 25 minutos para chegar um carro para socorre-lo.